A história da Fotografia

Por Renan Barboza, Rodolfo Luiz e Thayza Pereira

Fotografia do grego fós (“luz”), e grafis (“estilo”, “pincel”) significa “desenhar com luz e contraste), por definição é essencialmente a técnica de criação de imagens por meio de exposição luminosa, fixando-as em uma superfície sensível.

A primeira fotografia reconhecida remonta ao ano de 1826 e é atribuída ao francês Joseph Nicéphore Niépce. Contudo, a invenção da fotografia não é obra de um só autor, mas um processo de acúmulo de avanços por parte de muitas pessoas, trabalhando, juntas ou em paralelo, ao longo de muitos anos. Se por um lado os princípios fundamentais da fotografia se estabeleceram há décadas e, desde a introdução do filme fotográfico colorido, quase não sofreram mudanças, por outro, os avanços tecnológicos têm sistematicamente possibilitado melhorias na qualidade das imagens produzidas, agilização das etapas do processo de produção e a redução de custos, popularizando o uso da fotografia.

Atualmente, a introdução da tecnologia digital tem modificado drasticamente os paradigmas que norteiam o mundo da fotografia. Os equipamentos, ao mesmo tempo em que são oferecidos a preços cada vez menores, disponibilizam ao usuário médio recursos cada vez mais sofisticados, assim como maior qualidade de imagem e facilidade de uso. A simplificação dos processos de captação, armazenagem, impressão e reprodução de imagens proporcionada intrinsecamente pelo ambiente digital, aliada à facilidade de integração com os recursos da informática, como organização em álbuns, incorporação de imagens em documentos e distribuição via Internet, têm ampliado e democratizado o uso da imagem fotográfica nas mais diversas aplicações. A incorporação da câmera fotográfica aos aparelhos de telefonia móvel têm definitivamente levado a fotografia ao cotidiano particular do indivíduo.

HISTÓRIA
A primeira fotografia reconhecida é uma imagem produzida em 1826 pelo francês Joseph Nicéphore Niépce, numa placa de estanho coberta com um derivado de petróleo fotossensível chamado Betume da Judeia. A imagem foi produzida com uma câmera, sendo exigidas cerca de oito horas de exposição à luz solar. Nièpce chamou o processo de “heliografia”, gravura com a luz do Sol. Paralelamente, outro francês, Daguerre, produzia com uma câmera escura efeitos visuais em um espetáculo denominado “Diorama”. Daguerre e Niépce trocaram correspondência durante alguns anos, vindo finalmente a firmarem sociedade.

A fotografia então se popularizou como produto de consumo a partir de 1888. A empresa Kodak abriu as portas com um discurso de marketing onde todos podiam tirar suas fotos, sem necessitar de fotógrafos profissionais com a introdução da câmera tipo “caixão” e pelo filme em rolos substituíveis criados por George Eastman.

Desde então, o mercado fotográfico tem experimentado uma crescente evolução tecnológica, como o estabelecimento do filme colorido como padrão e o foco automático, ou exposição automática. Essas inovações indubitavelmente facilitam a captação da imagem, melhoram a qualidade de reprodução ou a rapidez do processamento, mas muito pouco foi alterado nos princípios básicos da fotografia.

PROCESSOS FOTOGRÁFICOS

Preto e Branco
A fotografia nasceu em preto e branco, mais precisamente com o preto sobre o branco, no início do século XIX. Até aos filmes preto e branco atuais, houve muita evolução técnica e diminuição dos custos. Os filmes atuais têm uma grande gama de tonalidade, superior até mesmo aos coloridos, resultando em fotos muito ricas em detalhes. Por isso, as fotos feitas com filmes PB são superiores as fotos coloridas convertidas em PB.

Meio tom
As fotografias em preto e branco destacam-se pela riqueza de tonalidades; a fotografia colorida não tem o mesmo alcance dinâmico. Na fotografia P&B se costuma utilizar a luz e a sombra de forma mais proeminente para criar efeitos estéticos -¬ há quem prefira fotografar apenas em filme preto e branco, mesmo com a maior facilidade e menor custo do equipamento digital. Os sensores das câmeras digitais ainda possuem alcance dinâmico muito menor do que a fotografia P&B e mesmo da colorida.

TIPOS DE FOTOGRAFIA

Fotografia Colorida
A fotografia colorida foi explorada durante o século XIX e os experimentos iniciais em cores não puderam fixar a fotografia, nem prevenir a cor de enfraquecimento. Durante a metade daquele século as emulsões disponíveis ainda não eram totalmente capazes de serem sensibilizadas pela cor verde ou pela vermelha – a total sensibilidade a cor vermelha só foi obtida com êxito total no começo do século XX. A primeira fotografia colorida permanente foi tirada em 1861 pelo físico James Clerk Maxwell. O primeiro filme colorido, o Autocromo, somente chegou ao mercado no ano de 1907 e era baseado em pontos tingidos de extrato de batata.

O primeiro filme colorido moderno, o Kodachrome, foi introduzido em 1935 baseados em três emulsões coloridas. A maioria dos filmes coloridos modernos, exceto o Kodachrome, é baseada na tecnologia desenvolvida pela Agfa-color em 1936. O filme colorido instantâneo foi introduzido pela Polaroid em 1963.

A fotografia colorida pode formar imagens como uma transparência positiva, planejada para uso em projetor de slides (diapositivos) ou em negativos coloridos, planejado para uso de ampliações coloridas positivas em papel de revestimento especial. O último é atualmente a forma mais comum de filme fotográfico colorido (não digital), devido à introdução do equipamento de foto impressão automático.

Fotografia Digital
Fotografia digital é uma imagem digital obtida por meio de uma câmera digital. Sendo um arquivo digital, pode, utilizando um computador, ser editada, impressa, enviada por e-mail ou armazenada em qualquer dispositivo de armazenamento digital.

Na fotografia digital, a luz sensibiliza um sensor, chamado de CCD ou CMOS, que por sua vez converte a luz em um código eletrônico digital, uma matriz de números digitais (quadro com o valor das cores de todos os pixels da imagem), que será armazenado em um cartão de memória. Tipicamente, o conteúdo desta memória será mais tarde transferido para um computador. Já é possível também transferir os dados diretamente para uma impressora gerar uma imagem em papel, sem o uso de um computador. Uma vez transferida para fora do cartão de memória, este poderá ser apagado e reutilizado.

Com a popularização da fotografia digital, surgiram páginas da Internet especializadas em armazenar fotografias. Desse modo, suas imagens podem ser vistas por qualquer pessoa do planeta que acesse a rede. Elas ficam organizadas por pastas e podem ser separadas por assuntos a livre escolha. Os álbuns virtuais podem ser usados com vários propósitos, abaixo estão listados alguns exemplos destes:

• Portfólio: Muito usado por fotógrafos amadores/profissionais para mostrarem seus trabalhos.
• Armazenamento: Quem não deseja ocupar espaço em seu HD pode usar o álbum para armazenar suas fotografias.
• Negócios: Outros usam os álbuns para vender seus trabalhos fotográficos.

Fotojornalismo
O fotojornalismo preenche uma função bem determinada e tem características próprias. O impacto é elemento fundamental. A informação é imprescindível. É na fotografia de imprensa, um braço da fotografia documental, que se dá um grande papel da fotografia de informação, o fotojornalismo. É no fotojornalismo que a fotografia pode exibir toda a sua capacidade de transmitir informações. E essas informações podem ser passadas, com beleza, pelo simples enquadramento que o fotógrafo tem a possibilidade de fazer. Nada acontece hoje nas comunicações impressas sem o endosso da fotografia.

Existem, basicamente, quatro gêneros de fotografia jornalística

• As fotografias sociais: Nessa categoria estão incluídas a fotografia política, de economia e negócios e as fotografias de fatos gerais dos acontecimentos da cidade, do estado e do país, incluindo a fotografia de tragédia.

• As fotografias de esporte: Nessa categoria, a quantidade de informações é o mais importante e o que influi na sua publicação.

• As fotografias culturais: Esse tipo de fotografia, tem como função chamar a atenção para a notícia antes de ela ser lida e nisso a fotografia é única. Neste item podemos colocar um grande segundo grupo, a esportiva, pois no fotojornalismo o que mais vende após a polícia é o esporte.

• As fotografias policiais: muitos jornais exploram do sensacionalismo para mostrar acidentes com morte, marginais em flagrante, para vender mais jornais e fazer uma média com os assinantes. Pode-se dizer que há uma rivalidade entre os jornais para ver qual aquele que mostra a cena mais chocante num assalto, morte, acidente de grande vulto. Os critérios de noticiabilidade do jornalismo hoje não seguem esse padrão, a imparcialidade é fundamental para veículos sérios.

Fatos Históricos registrados por meio da Fotografia Jornalistica
Fotos em Estúdio
Uma das vantagens de um estúdio grande é permitir uma maior distância entre o motivo e o fundo. Em condições com pouco espaço, é difícil iluminar os dois separadamente, e há o perigo de as sombras do motivo se formarem sobre o fundo. Iluminando o fundo independentemente, ele pode ser transformado de centenas maneiras. Dê-lhe uma iluminação gradual, iluminando a parte superior e a parte inferior de maneiras diferentes.

Em alternativa, projecte formas ou cores sobre o fundo, colocando sobre as luzes máscaras (chamadas gobos) ou acetatos coloridos. Os rolos de papel branco ou preto são os fundos mais utilizados e os mais versáteis. Os rolos podem ser suspensos do alto da parede de um estúdio, e depois puxados até baixo e estendidos sobre o chão do estúdio, criando uma curvatura de forma a que a junção da parede com o chão não seja visível nas fotografias.

À medida que o papel se vai estragando ou sujando, corta-se essa parte e puxa-se mais papel de rolo Há uma grande variedade de fundos à venda nas lojas da especialidade, mas saiba que os fundos simples muitas vezes resultam melhor, uma vez que não desviam a atenção, e porque num estúdio pequeno nem sempre é possível desfocar as formas mais elaboradas que o fundo possa ter.

Fotos como Arte
A discussão sobre se a fotografia é arte ou não é longa e envolve uma diversidade de opiniões. De acordo com Barthes, muitos não a consideram arte, por ser facilmente produzida e reproduzida, mas a sua verdadeira alma está em interpretar a realidade, não apenas copiá-la. Nela há uma série de símbolos organizados pelo artista e o receptor os interpreta e os completa com mais símbolos de seu repertório.

Fazer fotografia não é apenas apertar o disparador. Tem de haver sensibilidade, registrando um momento único, singular. O fotógrafo recria o mundo externo através da realidade estética. Em um mundo dominado pela comunicação visual, a fotografia só vem para acrescentar, pode ser ou não arte, tudo depende do contexto, do momento, dos ícones envolvidos na imagem. Cabe ao observador interpretar a imagem, acrescentar a ela seu repertório e sentimento.

DA EVOLUÇÃO ATÉ A ATUALIDADE
A fotografia pode ser classificada como tecnologia de confecção de imagens e atrai o interesse de cientistas e artistas desde o seu começo. Os cientistas usaram sua capacidade para fazer gravações precisas, como Eadweard Muybridge em seu estudo da locomoção humana e animal (1887). Artistas igualmente se interessaram por este aspecto, e também tentaram explorar outros caminhos além da representação fotomecânica da realidade, como o movimento pictural. As forças armadas, a polícia e forças de segurança usam a fotografia para vigilância, identificação e armazenamento de dados.

Fotografias aéreas eram utilizadas para levantamento do uso da terra e planejamento de uma determinada região. A fotografia pode ser utilizada no processo de investigação do cotidiano mediante as imagens obtidas da escola, da família, da vizinhança, da cidade e das coisas que cercam, sejam orientados, através de uma metodologia específica, para análise e estudo desses “momentos documentados” e suas correlações históricas, sociais, geográficas, étnicas e econômicas; na educação, a simples disponibilidade do aparato tecnológico não significa facilitar o processo ensino-aprendizagem. É preciso que o professor alie os recursos tecnológicos com os seus conhecimentos e estratégias de ensino, visando alcançar um objetivo: o conhecimento real da imagem fornecida através da fotografia.

35 respostas em “A história da Fotografia

  1. Atualmente a fotografia é usada para lembrarmos de um momento especial que vivenciamos ou para relatar fatos, como um acidente. A fotografia serve para várias coisas, pois transmite informações e esclarece melhor um fato, através de fotografias podemos conhecer melhor a história da nossa Nação e saber mais sobre a evolução da arte e do cinema. Ela trabalha de uma forma diferente dos jornais, livros e revistas, mas também passa conteúdo e melhora nossa visão sobre épocas anteriores.

  2. A fotografia elemento importante para história ficam capturados os momentos, os fatos, como prova de algo bom ou ruim, para o jornalismo assim como a publicidade item fundamental, pois se na publicidade ou jornalismo se o texto não condiz com imagem, fica confuso para quem lê, ou ainda na publicidade uma imagem pode fazer o consumidor “ser convencido”, persuadido a obter o produto mesmo sem necessidade, graças a imagem.

  3. A Fotografia foi um dos pontos iniciais para a evolução tecnológica, pois depois da pintura a fotografia foi a arte que pode proporcionar uma maior evolução dos meios de comunicação. Atualmente a fotografia vem ganhando cada vez mais aparatos tecnológicos e os álbuns estão deixando de ser físicos e ganhando cada vez mais plataformas onlines e admiradores.

  4. A fotografia é importante para que todos nós consigamos marcar nossas vidas, nossos momentos juntos, eventos, grandes histórias, paisagens, natureza , tudo isso pode ser registrado e guardado com apenas um clique. A fotografia vem se desenvolvendo rapidamente e hoje, uma pessoa com todos os recursos que possui pode transformar algumas fotos em outras totalmente distintas. Desde a sua criação a fotografia vem tomando cada vez mais lugar na sociedade e ela pode auxiliar a todos em diversas horas, hoje qualquer um tem acesso a tirar fotos ou ver fotos, algo quase impossível a centenas de anos atrás quando a mesma foi inventada.

  5. Achei interessante a explicação sobre a primeira fotografia criada, sem duvida é um meio de comunicação cujo qual, a comunicação não estaria no ponto que está sem ela. É usada para marcar momentos, e pessoas além das palavras, com imagens. Passou por várias transformações ao decorrer dos anos, vindo assim a chegar no ponto em que está, cabe a nós esperarmos, para saber até que ponto poderá chegar.

  6. Uma das fontes de comunicação que mais gosto. A fotografia é algo muito importante, pois como dizem: “Uma imagem vale mais que mil palavras”. É aquilo que prova a existência de algo, que traz uma verdade maior para uma informação. Pode ser considerado uma das formas de comunicação mais influentes e presentes nos dias atuais.

  7. Falar sobre fotografia é interessante, um fato interessante foi como ela mudou com o passar do tempo. Depois que começou a ser comercializada somente pessoas da alta classe tinham acesso ao aparato, tal evolução foi indo de forma rápida, ficando mais acessível e melhorada com o tempo. Tal avanço nos traz aos dias de hoje onde um aparelho celular pode fazer uma foto e compartilhada com os amigos não importa onde esteja.

  8. a fotografia é a forma mais facil de se entender o passado como as pessoas se vestiam se comportavam e se relacionavam com o próximo hoje ainda muito usada afinal quem não tem uma foto? a maioria digital mas alguns as guardam em casa imperssa no papel

  9. A fotografia sem duvida nenhuma é um dos mais importantes meios de comunicação, com ela podemos matar a saudade de uma pessoa que gostamos, que pode estar longe, ou ate mesmo uma pessoa que nunca mais veremos. A fotografia é um jeito que temos para mostrar o que somos e o que queremos. E sem esquecer que a fotografia é uma comunicação muito antiga que foi melhorando muito com a passar dos tempos!

  10. Na minha opinião a fotografia tem uma “ligação” com as pinturas rupestres,porque elas são imagens que registram a história do homem,na pré história se imaginarmos, como nem passava pela cabeça uma invenção de maquina fotográfica, os homens pré histórico registravam as ações através de seus desenhos,hoje a diferença é que a câmera fotográfica faz esse serviço de registro das ações…
    O processo da produção da fotografia era complicado como já vimos nas aulas de fotojornalismo,eram em preto e branco, mas colaborou muito com registros de nossos tataravós,bisavós etc…a implementação de cores nas fotos deu mais vida as imagens,e hoje cm as câmeras digitais as imagens ficam praticamente perfeitas.
    Gostei também da parte que trata a foto como arte,pois ela faz parte da nossa cultura,e é uma arte belíssima…Bom Trabalho!

  11. A Fotografia é uma obra extraordinária, criada não apenas por uma pessoa, mas sim por várias através de muitos anos e estudos. A principio as fotos eram apenas em preto e branco e era difícil ter acesso a ela, era mais para recordação mesmo. Com o passar do ano tudo foi se modernizando, as fotografias ganhando cores e cada vez mais qualidade e resolução em sua imagem. Hoje ela é usada não somente para recordações como antigamente, mas também para trabalhos e é uma forma de entretenimento também. Em minha opinião os meio de comunicação se complementam de alguma forma, não é diferente com a fotografia, que é muito importante nos jornais e revistas por exemplo, elas proporcionam informações, além de dar vivacidade e ênfase, nas notícias e propagandas.

  12. É bom ver que a fotografia, uma excelente obra, não foi criada apenas por uma pessoa, teve a participação de muitos estudiosos. Inicialmente as fotos eram feita em preto e branco, e graças aos avanços tecnológicos a fotografia foi ganhado cor e mais nitidez. Graças a ela podemos ”gravar” momentos bons e vê-los mais tarde. No começo ter acesso as essas fotos era raro, hj em dia temos livre acesso, qualquer celular tira fotos ótimas. É também uma maneira de registrar a história do homem.

  13. A fotografia retrata e registra acontecimentos, momentos. Quem nunca passou um tempo olhando fotos antigas e relembrando como as coisas eram, o que tinha acontecido aquele dia?
    É um importante recurso visual para o estudo, você vê e entende. E também no jornalismo, publicidade. Uma imagem diz tudo e pode decidir na venda de um produto.

  14. Fotografia para mim é uma arte. a forma como ela é produzida encanta olhares, traz lembranças, marca momentos importantes, vende um produto. Com a fotografia digital temos imagens muito boas, e os equipamentos estão cada vez melhores, existem redes sociais apenas de fotografia, e a forma como ela está sendo trabalhada é cada vez mais criativa.

  15. A fotografia é a prova de que algo é real. Em uma reportagem, por exemplo, a fotografia trás veracidade à matéria. Deixa aquilo que era algo duvidoso, verídico. E nos permite registrar os melhores momentos da vida para revivermos no futuro.

  16. Os mitos criados de que a alma ficava presa dentro da fotografia, eram uma tolice…. pra nós! Para quem nunca tinha visto uma “pintura através da luz” com uma imagem muito semelhante á vida real, provavelmente era estranho. Com as mudanças de conceitos as pessoas foram se acostumando, e deixando ser fotografadas. Os benefícios que isto nos trouxe são as histórias arquivadas, e comprovadas, que temos nos dias atuais quando nos referimos ao passado, e as histórias dos povos, regiões, etc.

  17. É muito importante a fotografia não so no nosso meio mais pra tudo,lembrança da época de nossas vidas, quem não gosta de ver fotografias?

  18. Como captar as emoções e as lembranças de uma época sem ter que inventar uma máquina do tempo?
    Tire uma fotografia! É assim que hoje vemos essa grande inovação tecnológica.
    Mas antigamente, como será que viam isso tudo? Como assim meu rosto em um papel?
    Isso vem de muito antes, Alhazen em torno do século X, descreveu um método de observação dos eclipses solares através da utilização de uma câmara escura. Era o princípio do que hoje conhecemos como fotografia.

  19. Através das fotografias podemos captar emoções e sentimentos, momentos que não voltaram! Fotografia é um veículo de lembrança, que nasceu em preto e brando e agora está evoluída, colorida, de vários tipos e cores.

  20. A fotografia me fascina. Através de uma imagem impressa em um pedaço de papel podemos voltar naquele tempo, naquele dia, reviver o momento. A Fotografia é mágica, pois somente ela é capaz de registrar e congelar aquele instante, aquele momento que não volta mais. Através dela temos a noção de como eram pessoas que se foram e nem chegamos a conhecer, é capaz de revelar como era uma época que não vivemos, como as coisas eram antes que nós pudéssemos viver o momento passado. A evolução da fotografia se desenvolveu muito também, pois antigamente era somente em preto e branco e de difícil acesso as pessoas. Hoje em dia, é mais fácil e mais livre o acesso, a digitalização das fotos foi um grande passo a história da comunicação, pois podemos divulgar a imagem em uma rede social, na internet e pessoas de outros países possam conhecer um pouco da nossa história.

  21. A fotografia é um meio de expressar suas variadas formas, no jornalismo comunica as notícias, nas revistas de fofoca mostra a vida de famosos, nos anúncios faz todo o trabalho de encantamento para a venda e ainda a vemos em relatórios, sites, palestras, livros e tantos outros meios .

  22. Eterniza os momentos, ela captura a luz e faz com que possamos lembrar de datas especiais, a fotografia consegue registrar os momentos passados para lembrar mais tarde.

  23. Fotografia um que traz o passado ao presente, aonde podemos Lembrar das coisas que um dia aconteceu. Podemos perceber a evolução, pois antigamente só tinha foto preto e Branco, e a revelação dela demorava muito ate ter o resultado em mão, fora isso se a pessoa não “cortasse a cabeça” na hora de bater a foto. Já hoje em dia com maquinas super modernas as fotografia ficam cada vez mais nítidas aos nossos olhos.

  24. A fotografia teve e tem como principal função, registrar momentos importantes através da imagem ,relatando épocas, costumes, lembranças e nos fazendo voltar ao algum tempo e lugar no qual já vivemos.

  25. A fotografia é uma linha do tempo que nos leva de volta ao passado, relembrando fatos que aconteceram em determinada época. E muito importante para a História,por ser um meio de conhecer os costumes do passado. Hoje em dia está muito mais fácil o acesso, graças a fotografia digital, que nao é mais necessário revelar as fotos.

  26. Graças a fotografia podemos nos recordar dos melhores momentos de nossas vidas, ou até mesmos dos momentos não tão agradáveis assim. além de possibilitar o elo entre o passado e presente.

  27. Gostei do trabalho, bem informativo e detalhado. Nada é constante nessa vida, as pessoas mudam, as histórias se confundem, se separam, mas o registro fotográfico é repleto de lembranças, da sensibilidade do olhar, e do momento certo. Foi a primeira possibilidade de se eternizar algo que antes só era possível pela pintura. Com o aparecimento das câmeras digitais, basta um clique no modo automático e tudo está pronto. Não há mais a ansiedade de ter que esperar pela revelação do filme, a expectativa de quais fotos dariam certo, quais iriam queimar, ou mesmo quantas iriam sair. Creio que atualmente a graça da fotografia se encontra na possibilidade do modo manual, em que se pode exercitar o olhar, perceber a luz, conseguir o efeito que se espera, e, mesmo quando a foto não sai do modo esperado, ainda se espantar com os resultados imprevisíveis que acabam dando certo.

  28. A fotografia trabalha com a comunicação através de imagens que remetem a memória visual, sua eficiência é tanta que com o avanço tecnológico, fica cada vez mais prática e de uso cotidiano, por possibilitar o armazenamento de cenas que demonstram o conhecimento da realidade. Ela deu origem a outras formas de comunicação, como por exemplo, o cinema.

    • Texto apesar de mais extenso, possui informações completas, que englobam diversos fatos e curiosidades a respeito do tema de forma ampla e clara.

  29. A fotografia muitas vezes é o complemento de uma matéria, ou de algo que está sendo dito, ela pode ser interpretada de diversas formas, sem ao menos fazer parte de um texto. Imagine o quão chato e menos interativo ficaria os jornais, as revistas, etc. A fotografia é foi o impulso para que novas ideias fossem geradas, entre elas a televisão, e filmes.

  30. Legal saber que a fotografia colorida não tem o mesmo alcance dinamico que uma foto em preto e branco com maior riqueza na tonalidade, isso é dificil de se perceber a olhos nus. Lembro de minha avó que tem uma caixa de fotos de artistas, familiares, festas e carnavais, todas em preto e branco, me dá uma nostalgia e vontade de voltar ao tempo, quando tudo era tão mágico. As artistas mesmo, pareciam pinturas com tanta perfeição. Tinha a Marta Rocha, miss Brasil e outras fotos de estrelas de Hollywood que vinham em embalagens de sabonetes de luxo, um máximo!

  31. Através das fotografias podemos captar emoções e sentimentos, momentos que não voltarão! Fotografia é um tipo de papel que traz lembranças. E claro que é um veículo de comunicação que “fala” através de imagens.

  32. Graças a fotografia, podemos conhecer a imagem de muitas pessoas que já não estão entre nós e podemos guardar boas lembranças. O texto é mais do que completo, juntando muita informação, escrita bem feita e com sentido.

  33. A fotografia permite que as pessoas registrem momentos importantes, captem segundos que vão contar histórias, e emocionassem pessoas com a imagem ali congelada. A nossa geração conheceu a fotografia em sua plena mudança, passando de analógica para digital, mas a partir do trabalho e de pesquisas entendemos que hoje é muito facilitado, tira-se a foto logo já a vemos e se necessário exclui para fotografar novamente fazendo com que fosse totalmente ativa no nosso cotidiano, as redes sociais deixam explicita essa minha opinião, ” não se ha mais vida social, sem a fotografia”, deixando uma questão à tona, até onde fica a privacidade do outro, tudo por ser registrado em um clique? “

  34. O trabalho passa informações importantes sobre a fotografia, desde seu surgimento até a era digital, mas poderia ter explorado melhor sua evolução, como por exemplo os tipos de câmera que se usavam para capturar as imagens, como a câmara escura, desde aquela gigante até a mais compacta, o Daguerreótipo(aparelho capaz de fixar a imagem com um tempo menor de exposição), modelos como a primeira Leica e Rolleiflex e Polaroid que fizeram diferença e revolucionaram o processo fotográfico. A fotografia resgata memórias antigas. Serviu para confirmarem certos fatos, complementou as matérias de jornais trazendo mais credibilidade e inovação. Hoje em dia com a tecnologia digital, a fotografia está perdendo aquele olhar crítico na hora de compor uma foto, com os recursos avançados das câmeras digitais as pessoas vão clicando sem pensar na composição fotográfica, ta certo que é mais prática pois podemos ver a foto na hora se ficou boa ou não, mas antigamente por não ter esse acesso a fotografia era muito mais pensada antes de sair batendo a foto. Hoje qualquer um se diz fotógrafo por ter uma câmera, mal sabe que fotografia é muito mais pensar, compor e criar do que simplesmente apertar um botão.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s